segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Que dia é hoje?

Todo jornalista tem blog. E não um blog meia boca como o meu, nem um com esse visual over, mas eu estou realmente me esforçando, e tentando fazer das atualizações dele uma rotina na minha vida. Rotina me cansa. E falta de rotina também. Estou com afazeres e relógio biológico em estado de caos permanente, mas eu acho que adoro. Se não gostasse, mudava de uma vez e pronto. Mas minha indisciplina sempre prevalece. E me preocupa quando reparo que tudo o que faço tem uma sede de diversão quase descontrolada. Daí eu acabo ficando todo Alice por aí. Alguém viu Alice ontem? Putz coisa boa mew. Fico tão satisfeito com a produção nacional as vezes. E realmente espero aparecer no episódio que gravei, já que eu não dancei Bee Gees por horas seguidas pra nada. Apesar de eu ter sido pago pra isso.

Minha rotina diária caótica-indisciplinada me permite tirar um tempo e ir ao cinema em plena segunda a tarde. Fui ver Era Uma Vez, o filme do Breno que niguém quer ver, mas eu vi e gostei pra caraca e não vou discutir com as pessoas que não viram e odiaram. E eu fiz mil coisas - profissionalmente - na última sexta e sábado. A chefia teve que viajar e eu fiquei no melhor estilo O Diabo Veste Prada, mas deu tudo certo, e eu tirei o domingo de folga (!) pra ver Miss Saigon com a Belliza, que além de ótima companhia (especialmente pra essas coisas "nós nos musicais") é uma profissional na arte de sentar em lugares que não compramos. E tem coisa melhor que dar a elza fazendo a phina? Ter, tem, mas não muitas.

Agora a pouco tive um surto e dancei na cozinha sozinho e sem música, tipo a Natalie Portman em Hora de Voltar, por 38 segundos: o tempo em que a carne de soja com abobrinha ficou esquentando no microondas.

Um comentário:

Andreia disse...

Seu blog é massa.

Eu tinha um, passei uns 2 meses sem escrever e agora exclui.